IMPORTAS -TE? SIM...TU...


"Uma pessoa é única ao estender a mão, e ao recolhê-la inesperadamente torna-se mais uma. O egoísmo unifica os insignificantes."


Se existem certezas intoleráveis, momentos depreciativos, deduções moralistas e ambíguas, se na visão do ser humano existe espaço para o egoísmo, então glória aqueles que de egoístas nada tem a não ser a própria roupa que os reveste.Tu que não te importas com que fazes ou dizes, que danças ao som da alegria, que deixas perpetuado no outro a dor, que te marterizas com o que não tens e vives, que vives a vida como desejas viver, não deixes crivado no outro a própria lança envenenada.Mas o que te importa?Tu que vives de anseios, de luxurias, de cegueira de consumo, de ultraje e mentiras, de consequências vãs, não deixes no outro a cadeira da solidão. O palco da morte, o estranho mundo do silêncio. Mas o que te importa?Tu que esfaqueias a esperança, que retiras e sugas energia, que vives com o mal dos outros, que saltas de corpo em corpo, que te movimentas de forma bela, de sorriso aberto, que distribuis os panfletos da tua própria moral, que enganas o desengano, que fornicas a pureza, que te deitas com o inimigo, que vives da insolvência da alma...mas o que te importa?Tu que bebes da dor, que trais esperanças, que te aproveitas dos momentos, tu que consomes o amor como uma cadeia de "Fast Food", que engordas com o equivoco, que personificas o estrago, a doença, a mutilação da alma...de que te importas?O que te importa que o sol brilhe para ti e que trevas se abatam sobre mim? Tu que ris e e selas segredos, que abraças o tempo sem tempo, que percorres o vazio da estrada, pensando que a multidão te aclama...de que te importas?Tu que vives a tua vida, que sonhas os teus sonhos, que te apaixonas, que colocas e retiras a teu belo prazer....de que te importa?De que te importa se o meu mundo desmorona, enquanto do teu lado todos caminham felizes? Eu que tanto estendi a mão, que tanto vos amei, que tanto dei de mim, para que nada vos faltasse...que vos importa!?Maldito egoísmo...maldito egoísmo que danças e cantas solenemente abraçado ao teu ego. De que te importas tu? A quem fazes falta? Quem sente a tua falta!?Eu que caminhei sozinho, que parei em todos os recantos, que vi todos os olhares tristes, que afaguei as lágrimas, que dei de beber de mim....para que? De que te importas tu? Com quem te importas tu?Tu que compras, tu que vendes, tu que decides e insistes, tu que sabes e não sabes, tu que não receias dar dor, que não te prendes de amores, tu que não vives com alma, tu que bates e rebates, que mentes e omites, que te enches de ti mesmo...o que te importa!?Que te importa que eu sentado assista? Que mal te farei? Que poderei eu fazer!? Tu que foste aclamado, tu que foste cuidado, tu que ensinado, que cegueira te adorna? Mas que te importa a ti?Ahhh, maldito mundo onde cada um é por si! Maldita selva, onde ninguém se vê e encontra, onde ninguém se espelha na dor e sofrimento...senão de si mesmo. Mas o que te importa a ti?Mas ainda aqui estou...e vivo...para que te possa dizer...que me importa a mim.

Comentários

Claudia Dias disse…
Uau! Foste tu que escreveste isto?
Brilhante!
Bruno Fernandes disse…
Caramba! Ainda tens dúvidas!?rsrs. Claro que fui eu! E feito à pressa antes de ir jantar!

Postagens mais visitadas