O PRINCÍPIO DOS FIM...DO COMEÇO DOS NAMOROS



O começo dos namoros! Meus amigos...eu não sou louco, mas eu estou a caminhar para o primeiro Hospício que encontrar um dia destes! Os começos dos Namoros são lindos, fantásticos, fabulosos, as borboletas pairam no ar, podem assaltar-nos a casa, levar o carro, mota, tudo o que for preciso, porque andamos nas nuvens! 

-Amigo, estou tão apaixonado!! Ela é linda, inteligente, perspicaz! 
-Calhou-te a sorte grande amigo...
-Opá...acho que é a mulher da minha vida. Por falar nisso tenho de a ir buscar ao trabalho.
-Faz o quê?
-Não sei bem. Disse-me que atendia clientes em casa e que cobrava "20 rosas". 
-Epá!!! Calma lá!! Ela é uma prostituta!!!
-É um bocadinho...mas também a intenção de a colocar a trabalhar na rua foi minha...

Nos namoros, trocam-se juras de amor sistemáticas...." Tu és o meu amor...eu sou o teu amor, vamos ter filhos, vamos casar, és o Homem da minha vida...és a mulher que eu mais queria; juntos construiremos a pirâmide do amor , ahhhh cuidado que eu sou virgem não faz dói-dói com a maçaneta da porta.

-Amor, amas-me?
-Amo amor!
-Muito?
-Muito mesmo?
-Completamente?
-Sim...
-Sim, porquê?
-Tanta pergunta...
-Vês!!! Eu sabia que não me amavas!!

Somos tudo e mais alguma coisa. É aquela que queremos...é aquele que desejamos. E depois?? Sim e depois? Passado uns tempos: " Olha zé Roberto,  a cabra...ligou para mim e disse que eu era um estúpido e nunca mais me queria ver!". Ou Então....chegamos a casa e descobrimos em cima da mesa da cozinha um papel ( Papel??Qual Papel??) a dizer:

" Amor....sabes que sempre foste quem eu mais queria.  Foste tudo na minha vida. Contigo aprendi a pular na cama que nem uma louca. E graças a ti a equipa de ginástica rítmica do bairro faz fila para estar comigo.  Deste-me tantas alegrias como,  aquela vez que fomos ver o filme romântico: " A bela lixou-se para o monstro e fugiu com o cocas". 

Mas agora não me sinto bem, não estava mais na relação. O meu pensamento estava no outro. A vida mudou, e conheci o primo do Hipólito, lembras-te? O cunhado da Joana? Não te faças de parvo! É aquele no dia em que foste ver o Benfica, ele ficou comigo em casa! Ele e aqueles dois angolanos. Mas não te preocupes que eu não fiz nada! Eles é que me fizeram a mim! Não te disse mas o Hipólito era impotente. Deixa lá o que passamos, porque estou grávida dele há seis meses. E tive de fazer 2 abortos dos angolanos. Há dois anos atrás deixei 2 recém nascidos num lar de adopção. Chamavas-me gorda...mas estava grávida do Paulo e Ricardo. No entanto, gosto muito de ti, sabes disso, não fiz nada por mal, são coisas que acontecem! Mas preferia que durante a noite não adormecesses tantas vezes. Era bom que estivesses atento, porque a equipa de basquetebol costuma subir pelas traseiras.  E pára com essa mania de utilizares utensílios da cozinha, como a concha sopa....isto não é o túnel do metro.  Beijos...da tua e sempre amada...

Nota: Tens Bifes no congelador...faz a papinha...faz mor....e aquece leitinho, para não se estragar!! Se quiseres biscoitos, estão na casa do Pedro. Esqueci-me deles lá na segunda feira.

Odeio isto! Sentimento que mudam de um dia para o outro! Ahhhh...e tal é a vida! Hoje amo-te muito....mas caga nisso,  que agora as quecas com o Padre da Paróquia são melhores que Hóstias que vendem no LIDL!  É a vida?? Hummm...não é não...são sintomas de putice extra conjugais, exacerbados pela extensa lista de desejos interiores.

Não há como parar isto...







Comentários

Claudia Dias disse…
Hmmm...não acho que seja bem assim. Uma pessoa não deixa de amar de um dia para o outro. A menos que seja uma pessoa para quem o amor é plástico e descartável, que se usa num dia e se deita fora no outro. Para essas sim, era "ah, já não te amo, é isso". Nunca é, nunca pode ser só isso! xD

Claro que há vários factores que influenciam o fim de uma relação. Não estou nem pouco mais ou menos a dizer que a partir do momento em que dizes que amas uma pessoa que tens de amá-la para sempre...MAS não é simplesmente de um dia para o outro deixar de amar. Pode deixar de se amar, sim, mas nunca é só "porque sim"!

Postagens mais visitadas