Em que sociedade vivemos?



O que é uma sociedade antes demais!?  Uma explicação retirada do Wikipédia:

..."Sociedade é o conjunto de pessoas que compartilham propósitos, gostos, preocupações e costumes, e que interagem entre si constituindo uma comunidade...."

Ora...concluo que uma ( e comecemos pelo fim) comunidade é um conjunto de pessoas que interagem entre si onde a partilha, opiniões, conjunturas, preocupações e propósitos formam o denominado conjunto a que se dá o nome de sociedade....certo?

Esta conjuntura , esta denominação de seres humanos a que chamamos sociedade  está naturalmente dividida vários segmentos onde predominam, egoístas, chantagistas, assassinos, ladrões, corruptos, esfomeados por dinheiro, mal feitores, pessoas que se aproveitam dos outros, pobres de espirito e por aí fora.

Perguntam vocês: " Oh Pinóquio, achas que o mundo caminha para melhor ou pior?"

Na verdade meus amigos, tenho esperança que no pequeno pedaço de chão que piso, que me utilizo todos os dias para ir para o trabalho, para visitar a minha filha como pai solteiro, para me deslocar no comboio, metro, autocarros...as coisas no meu mundo, na minha mente como ser individual...o futuro seja risonho, melhorado e com isso a qualidade de vida fique melhor no que me toca.

Agora...se o mundo caminha para melhor? Podem ter a certeza que não! E podem ter a certeza bastando olhar para décadas atrás, ver a história do mundo, dos animais que não deixamos de ser, das guerras, das fomes, das poluições, dos assassinatos, dos assaltos, da camada de ozono, da falta de fé, do mundo onde hoje tudo é permitido com uma facilidade nunca vista.

Poderão dizer: " Mas ohh Bruno...tu que pensas que és um filósofo paralitico das ideias genitais, vulgo, geniais, como podes vislumbrar um mundo para ti melhor, quando não acreditas que o mundo num todo pode modificar-se?"

Existe uma frase que a minha rica mãe dizia que era mais ou menos assim:

"Tadinho...tem um nariz comprido, mas ele não é estupido"

Mas ás vezes concordando ou não com ela, preferia mil vezes ser estupido do que ter um nariz comprido e "Cheirar" a kilometros a podridão que existe no mundo.

Quando saio de manhã para o trabalho... verificar a loucura e o estado depressivo que cada vez mais pessoas se "utilizam"para com isso dar-me a conhecer "O insustentável martírio do ser". Ora é gritos, ora é uma correria louca para entrar num comboio, metro, autocarro e as discussões logo ás 7:30 da manhã do:

"Eu estava na fila primeiro do que você"
"Não vê por onde anda?"
"Porra...nem deixam sair , querem logo entrar!"

Esta sociedade de partilha, troca de opiniões (coisa tão linda e lirica) esta loucura que nos esbate, abate e nos denomina como presas fáceis do mundo, sujeitos numa qualquer discussão a um ato tresloucado de um malandro...deixa-me pensativo! O mundo está a melhorar? Com o quê?

Redes sociais? Instagram? Twitter? Muçulmanos? Os afonsinhos do Condado? Blogs? Guerras? Ditadores?Muçulmanos enlouquecidos?

Queremos bares, discotecas, divertimento, copos, sexo, orgias, relações abertas, beijar uma hoje e amanha outra e no entanto passamos a vida a chorar por não ter " Amor". Somos tão estranhos...tanto quanto na verdade somos perfeitamente estúpidos! Ohhh miséria de gente que abre a televisão, tem pena dos que sofrem, mas todos logo a seguir vamos-nos divertir com amigos, beber, gastar dinheiro e clamamos por uma qualidade de vida que nos proporcione um bem estar que não está ao alcance de todos. Havia uma novela que uma das personagens tinha esta frase: " Eu posso...você não!" E a verdade é que aqueles que podem vão limpando as suas mãos de contentamento pelo que vão tendo muitas vezes ás custas dos outros. Sociedade de falsos moralismos, sociedade perdida nos valores onde cada vez mais tudo é permitido e resume-se a isto : "Viver numa sociedade democrática e aberta". 

Sociedade de partilha? Troca de opiniões? Sociedade da tanga...sociedade das tretas, sociedade podre e infeliz.

O que nos faz feliz? Amigos? Dinheiro? Bem estar? E a consciência? A alma? Hummm...que se foda isso...quero é viver! Viva a vida...morte ao próximo! Quem mal está, mal ficará, porque eu quero é viver!

"Mas....Bruno...não podes ser tão taxativo com as coisas...se queres ajudar, vai para a AMI"

Sim...e tu vens comigo? Vens para África? Moçambique? Paquistão? Índia? Etiópia? Congo? Largas  a boa vida, a estrutura para ajudar o "Mundo"? Não...certo? Porquê? Porque somos egoístas. Egoístas penosos e presos no fantasma que sofrimento, falta de dinheiro é...um bocadinho estupido!

Não podemos ser estúpidos. Temos de nos sentar á mesa e comer do bom e do melhor. Temos de sair e divertirmo-nos! Temos de ter dinheiro para andar a passear, viajar e comprar uma televisão, onde a podemos ligar , ver as catástrofes, fomes, misérias, dizer: "Ohhhh pá...coitadinhos! Agora deixa lá isso vai ao frigorifico e  trás a lasanha, porque está a queimar! Ahhhh...aproveita e compra aquele vinho de 22,35€ da herdade da Vidigueira". 

Em que sociedade vivemos? Em que sociedade vive a tua alma? Em que mundo aceitas o que és? De que és tu feito? Em que momento te perguntas o que ganha a tua pessoa? Em que fé, credo e dedução de vida se personifica a tua alma? O que tens? O que conquistas? O que importa? E o que não te importa? O que mudas e é justo mudares? O que não mudas por consequência do teu egoismo? És pobre de espirito? Tens um espirito pobre? Quem és? Como és? O que te importa e te choca? E o que não te importa?

Em que sociedade vivemos?

Diz-me tu....

Comentários

Claudia Dias disse…
muito bom texto! já tinha saudades aqui do estaminé!
podia dizer tanto em relação a esse texto, mas prefiro dizer..... sim, somos todos egoístas e a sociedade é uma merda! e dizer isto é mal visto......mas é só a verdade!
;)
Bruno Fernandes disse…
É a sociedade robotizada que temos de certa forma.

Postagens mais visitadas