MOMENTOS...E APENAS MOMENTOS...


Não me arrependo do que vivi, não me arrependo do que não fiz, não me arrependo do que não sabia e deveria saber. Não me arrependo de não ter aprendido, não me arrependo de não ter vivido mais. Não me arrependo de ser como sou, quem sou e de que forma o sou. Não me arrependo de sonhos não conquistados, não me arrependo de esperanças desvirtuadas, não me arrependo de amores perdidos e ganhos. Não me arrependo, pois tanto eu vivi e tanto foi o que ganhei! Talvez me possa vir a arrepender um dia...do que nunca fiz, mas eis que fiz e fiz à minha maneira, da minha forma, do meu jeito de ser, do meu modo de ver e sentir. E que melhor forma essa do que confrontar a nossa própria liberdade nos olhos e dizer: "No seio do teu medo fiz das tuas amarras a coragem e força dessa tua falsa  liberdade que tanto me prendeu!" Como eu me movi, como eu vivi e como eu aprendi tantas vezes em sofrimento, em silêncio e nessa mesma solidão, nesse mesmo desânimo tantas vezes ingrato de transportar....o meu sorriso, a minha condição humana, a minha humildade e o meu respeito ganharam a transcendência de poder um dia estar perto da morte e dizer: " Fiz por merecer a vida que me deste". Cheia de erros, cheia de más opções, cheio de credos, desilusões e ilusões. Cheia de vida, cheia de alegria, cheia de amigos e amores. Cheia de sentimentos, de valores, de atitudes e actos. Cheia de mentiras e verdades. Cheia de traições e confusões. De  rostos felizes e tristes. Caras novas e velhas, vão e chegam. Mudanças, alterações, fugas e voltas. Vai e vem de momentos, de abraços , de aconchego. De momentos sozinhos e acompanhados. De juras de amor e juras de solidão. De honra e desonra. De filhos e pais, cansados e tristes. De sonhos desfeitos e conquistados. De vidas vazias e preenchidas. De memórias tristes e felizes. De faces conhecidas e ocultas. De palavras amigas e amargas. De momentos....e momentos...onde se abrem e fecham cortinas. Que a minha cortina continue abrindo e fechando nesta peça da vida...e que no dia que ele feche totalmente que eu seja lembrado, num abraço, num carinho, num sorriso...num momento...














Comentários

Postagens mais visitadas