MAMÃ...SE EU FIZER SEXO A TRÊS...TENHO TRIGÉMEOS?



Ontem tive uma fantasia  sexual! Certo...já tive várias! Mentira..tive é passado...continuo a ter! Por exemplo: sexo a três é algo que pode até parecer meio chocante para aquelas ou aqueles que são vitimas de um certo preconceito esbatido e onde uma certa lascívia ainda é inconsequentemente baixa e de certa forma intolerável para uma sociedade cada vez mais aberta, mas invariavelmente ainda fechada em certos e determinados preconceitos.

Como dizia Rita Lee..."Sexo é imaginação". Ela está certa. E eu estou certo que ela está certa. Sexo sem dúvida é imaginação. Existe todo o tipo de homem bem como mulher  e isso acarreta  da nossa parte um certo abrir de horizontes do imaginário que nos permite pensar, repensar e desejar algo que vai para além dos conceitos normalizados pela grande maioria.

E não venham vocês com a típica conversa de: "...Ahhhh é tudo mentira! Só vivo para a namorada, sem ela sou uma laranja sem casca! Só me imagino a fazer amor com ela!..." Fuck!! Tantas mentiras...homens....vamos falar abertamente...

Quem de vocês...por acaso nunca olhou para uma gostosa e teve vontade? Quem de vocês nunca olhou para duas lindas loiras ou morenas bem apetrechadas e sentiu aquele arrepio na espinha de: Uisss...o que eu não fazia! Omitir, mentir para quê? Claro que usar de toda a transparência, verdade quando uma namorada nos pergunta: " Estás a olhar para onde??" é algo que vive nos meandros do receio de ripostar com a verdade. Duas alternativas, sendo que a primeira reside na pequena mentira que não faz mal a ninguém e que soltamos de uma forma romântica com os olhos envoltos em lágrimas: " Estás parva? Levas dois abrunhos na cara! Achas que consigo olhar para mais alguém que não mesmo tu???" ou então sermos totalmente verdadeiros e consequentemente esperar não sermos assassinados em plena rua: "Estava a olhar para aquela loiraça com aqueles peitos e aquela bunda maravilhosa, que vontade de lhe dar uma trancada!!Estou tentado em pedir-lhe o telefone....importas te?" esta última parte é melhor não...entramos na "killing zone". Soltamos sempre um sorriso na maioria das vezes e jogamos pelo seguro: " Sua tonta...estava a ver a que horas abria o banco naquele letreiro! És tão parvinha! Agora está caladinha e mete a tua língua na minha boca e faz-me sentir teu!"

Somos mentirosos quando prendemos, e nos desfazemos momentaneamente do desejo, para apenas agradar a outra pessoa que não gosta ou não concorda com isso. Com isso...meus caros...quando falamos em "Ahhhh eu amo tanto a namorada, só tenho olhos para ela!" condicionamos o amor! tanto condicionamos, usamos e abusamos de sinceridades falsamente proferidas que andamos sempre de poleiro em poleiro, até encontrarmos a perfeita definição que abranja um rol de questões que ambos se identifiquem. Quanto mais ciumenta com tudo e mais alguma coisa, mais esconderijos vamos tendo. Quanto mais libertina mais ousada, mais hipóteses temos de voltar a ficar solteiros. Há sempre e existe sempre uma discrepância entre o que eu quero...o que tu desejas. Vamos conseguindo fazer concessões mas ás vezes nem essa se afiguram como o melhor no conjunto. Uns e outros entramos então em esconderijos de forma a tentar manter saudável a relação  mas cheios de desejos incontidos que se transformam muitas vezes na insatisfação, na prisão que vamos tendo com as parceiras(os).

E que raio de homens vestidos de Gay enclausurados numa jaula imaginária de pura ostentação de amor mentiroso tem vocês pelas namoradas? Condicionalidade só é e poderá ser Incondicional quando perceberem que amor é o reflexo da liberdade existente desse próprio sentimento...que se quer transparente. Não se deseja que a condicionalidade existente\respeito se transforme na incondicionalidade da "Putaria" e o vazamento de tudo e mais alguma coisa. É um erro grosseiro. Mas...é dentro dessa própria união que se tem de descobrir e tirar o melhor partido de um e de outro. Dificuldades que são acrescidas pela forma de pensar. Quando se pergunta muito devagarinho....a uma parceira: "O que achas de uma ménage?" muitas vezes a resposta é: " Mas tu andas a tomar drogas?? Mas estás estúpido?? Que nojo!!!" e logo aí...paramos. mantém-se o pensamento...mas o acto da negação imediata do outro acaba por prender o desejo que pode ou não vir a acontecer. E uma coisa ás vezes leva á outra. Por isso é que para mim falar, discutir, perceber e opiniar é das coisas mais importantes numa relação.

Poderão dizer vocês: Epá...isso também não é assim!! E o respeito? E o amor pela namorada? E a fidelidade? O viver tranquilamente e aos olhos de Deus para sempre numa união para a vida toda!?

Fidelidade....boa palavra! Mas qual é o homem que é totalmente transparente? Atire o primeiro preservativo aquele que nunca teve um pensamento lascivo..louco...de desejo acerca de alguma mulher!? E além disso convém dizer que apesar de tudo tenho uma máxima que sempre tenho tido: Quanto mais abres as portas menos hipóteses tens de ser feliz"


Fantasias, fantasiar quer dizer: Imaginar, idealizar, devanear, divagar...


E isso todos podemos...

Sexo a três...uma fantasia de muitos...alguns conseguem concretizar isso...outros não. Depende das possibilidades, depende de vários factores. E depende do homem! Não venham cá dizer: Eu aguento tudo!!

Não! Mentira! Não aguentam tudo! Nem todo o homem tem capacidade para aguenta com duas...

Já basta ouvir os meus amigos dizerem: Porra...aquela gaja partiu-me todo!! Arrebentou comigo! Se for duas imagino!! INEM, INEM!!!

Não tenham receio de experimentar os vossos mais estranhos desejos. Falem abertamente...conversem com o parceiro...digam o que vos vai na mente....

Eu sei...há sempre aquele pensamento típico de homem em relação à mulher: "Olha... a vaca...!!"

E o pensamento típico de mulher em relação ao homem: "Olha o safado!!"

Mas...mais vale ser safado e vaca entre dois amores...do que safado e vaca entre o mundo todo...

Grande diferença não é?

Comentários

Claudia Dias disse…
Bom...inicialmente discordei do teu post, até este parágrafo: "
E que raio de homens vestidos de Gay enclausurados numa jaula imaginária de pura ostentação de amor mentiroso tem vocês pelas namoradas? Condicionalidade só é e poderá ser Incondicional quando perceberem que amor é o reflexo da liberdade existente desse próprio sentimento...que se quer transparente. Não se deseja que a condicionalidade existente\respeito se transforme na incondicionalidade da "Putaria" e o vazamento de tudo e mais alguma coisa. É um erro grosseiro. Mas...é dentro dessa própria união que se tem de descobrir e tirar o melhor partido de um e de outro. Dificuldades que são acrescidas pela forma de pensar. Quando se pergunta muito devagarinho....a uma parceira: "O que achas de uma ménage?" muitas vezes a resposta é: " Mas tu andas a tomar drogas?? Mas estás estúpido?? Que nojo!!!" e logo aí...paramos. mantém-se o pensamento...mas o acto da negação imediata do outro acaba por prender o desejo que pode ou não vir a acontecer. E uma coisa ás vezes leva á outra. Por isso é que para mim falar, discutir, perceber e opiniar é das coisas mais importantes numa relação"

Isto é verdade! Estar numa relação não é sinónimo de perder a liberdade ou de deixar de poder fantasiar. Acredito que haja pessoas que alinham mais ou nestas fantasias, mas se forem vividas a dois é melhor ainda! Acredito que haja mulheres que não alinhem, mas as que o fazem são mais do que pensamos! Fidelidade não tem de ser sinónimo de deixar de apreciar ou fantasiar....sou comprometida mas quantas outras pessoas eu acho atraentes! Isso n significa nada.......
Mas, mais uma vez, gostei do texto.

Postagens mais visitadas